Postagem Observatório

Perseguição? Nova turma do CNMP quer punir Deltan Dallagnol

Data da publicação:

Membros do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) afirmam que, com a mudança do colegiado, é muito provável que o procurador da Lava Jato, Deltan Dallangnol seja punido no retorno a tramitação de suas investigações. Uma coisa é certa, Deltan, no mínimo, receberá uma advertência.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, concedeu semana passada, uma liminar que suspende o processo disciplinar contra o procurador no CNMP. O processo refere-se a ofensas feitas a ministros do próprio Supremo.

A representação no CNMP, contra o procurador era ratificada pelo próprio presidente do STF, ministro Dias Toffoli. Ele pedia punição para o procurador, que em entrevista feita a uma rádio, teria afirmado que as decisões do Supremo transmitem uma mensagem de "leniência" a favor da corrupção. Deltan, ainda teria dito que os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski formavam uma espécie de "panelinha" no STF.

Para os colegas de Fux, a decisão não foi a esperada e a expectativa é de que não se sustente por muito tempo. O procurador responsável pela Lava Jato em Curitiba é alvo de 16 representações no CNMP.

As informações são do Painel, da Folha de S. Paulo.

Redigido por Paulo Camilo

O conteúdo desta matéria pode ser reproduzido livremente, desde que devidamente citadas as fontes e o autor.