Postagem Observatório

Netanyahu é denunciado por três casos de corrupção em Israel

Data da publicação:

O procurador-geral de Israel denunciou, nesta quinta-feira (21), Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro do país, por acusações de corrupção, fraude e quebra de confiança, tornando ainda mais incerta a situação sobre quem irá liderar o país, que politicamente vive uma situação de impasse após duas eleições este ano, ambas inconclusivas. As informações são dO Globo.

Em comunicado, Avichai Mandelblit, procurador-geral, anunciou a decisão. Netanyahu, que já negou irregularidades em tais casos, não é legalmente obrigado a renunciar após as denúncias. No poder há dez anos seguidos, ele ainda se pronunciará sobre a denúncia.

Israel vive um clima de paralisia política desde abril, quando se realizou a primeira de duas eleições que não deram maioria clara a nenhuma força política. Um novo pleito foi realizado em setembro.

Após Netanyahu fracassar em formar um novo governo, Benny Gantz, do Azul e Branco (principal coligação oposicionista ao Likud, de Netanyahu), anunciou na quarta-feira que também não havia conseguido formar um gabinete com aval da maioria do Parlamento. Sendo assim, Reuven Rivlin, presidente de Israel, pediu nesta quinta ao Knesset, o Legislativo israelense, que designe um candidato para montar o novo governo, o que seria a última tentativa para evitar a terceira eleição geral em menos de um ano.

Redigido por Marcos Jr.

O conteúdo desta matéria pode ser reproduzido livremente, desde que devidamente citadas a fonte e o autor.