Postagem Observatório

Incesto, bigamia, relacionamento entre irmãos? Não passarão!

Data da publicação:

Projeto no Legislativo quer permitir casamento entre irmãos, pais e filhos e a bigamia, aliás, poligamia.

O relator do projeto é o deputado namorado da Fátima Bernardes.

Será que a apresentadora poderia responder, se apóia o projeto que tem total apoio do amado e , se caso ele seja aprovado , ela que tem trigêmeos , duas meninas e um menino permitiria:

- o relacionamento entre os três irmãos.

- relacionamento do William Bonner, pai dos filhos dela, com as duas filhas, o filho ou os três juntos.

- o relacionamento do deputado namorado dela com os três filhos dela , com o William Bonner e com ela.

Afinal eles fazem parte do grupo: "ninguém larga a mão de ninguém".

Não vale querer disponibilizar todo o pacote apenas para um sociedade que ainda tem princípios e valores de família. A sua família, Fátima, vai incorporar a sodomia, pedofilia, incesto, bigamia, zoofilia, aborto , sexo sadô-masô e claro, com a liberação das drogas e, como disse Jean Aero Willys em entrevista a Leda Nagle:

"Se o mundo acabasse amanhã eu usaria todas as drogas, lícitas e ilícitas e transaria com tudo e todos"?

Eu tenho certeza que a Bernardes acompanhou a Seleção Brasileira na Copa da Alemanha mas nunca acompanhou os policiais rodoviários na Rio-Bahia.

Há alguns anos fui com equipe de reportagem acompanhar o trabalho dos policiais. Um deles tinha 36 anos, mas parecia ter 60. Ele disse que, todos os dias famílias saem do sertão em direção ao Rio, Belo Horizonte ou São Paulo, mas no meio do caminho tinham que vender alguns dos filhos para conseguir chegar ao destino: a rua de uma grande cidade.

Naquele momento ele recebeu o alerta de que um pai, uma mãe e três filhos estavam num posto de gasolina e a filha mais velha de 8 anos havia sumido. Fomos até lá, a miséria e a dor não cabem em palavras. Trocaram a filha por 5 Marmitex e viram a menina ser levada numa camionete preta que "saiu zunindo pelo asfalto".

Contamos o caso deles, conseguimos apoio através da redação na TV para que fossem acolhidos numa Instituição religiosa.

E soubemos que essa prática era diária. A miséria humana, a prostituição infantil, a pedofilia, o tráfico de órgãos e os governos que prometeram dar ao povo o que ele não tinha. Não tinha e passou a não ter mais ainda, nem mais os sonhos, nem mais nada.

Encerramos a reportagem com o policial olhando para a rodovia e perguntamos pra ele se havia esperança em recuperar aquela criança de 8 anos. Ele respondeu com a boca trancada e lágrimas nos olhos:

"A única esperança que tenho tem 3 anos , é a minha filha que graças a Deus está sã e salva na minha casa. Eu tenho uma casa".

Quando aquele fulano metido a guru da auto-ajuda disser que ser feliz é ser e não ter e que escolhas erradas é que causam os problemas, pede para ele ir dar assistência ali na Rio-Bahia . Quem sabe ele aprenda o quanto não TER nada impede as pessoas de SER.