As cores na aprendizagem

Por Hugo Leonardo Matos Albuquerque, professor e consultor de aprendizagem

Cofundador do Honestidade Intelectual


Olá a todos!

No artigo de hoje, falaremos sobre a influência das cores nos estudos e seus efeitos positivos na aprendizagem.

As cores nos encantam, chamam nossa atenção e nos levam a observar mais e a sentir emoções específicas. Até o cinza, o preto e o branco podem ser bem utilizados no contexto correto.

Somos criaturas predominantemente visuais. Seja para fugir de algo perigoso, para encontrar um lugar ou para se divertir, somos inclinados naturalmente a procurar cores a todo momento. Uma roupa colorida é mais chamativa, gostamos de acessórios e veículos que sejam mais chamativos (como óculos e carros esportivos). Cor é sinônimo de estilo, personalidade e independência. Além disso, cada cor potencializa um cenário se bem utilizada. Por isso, minha dica de hoje será sobre como utilizar as cores ao nosso favor dentro dos estudos.

A grande maioria dos livros e anotações, salvo livros de conteúdo e outras poucas exceções, são em preto e branco. Com tantas palavras e conceitos, expressões e citações, fica por vezes difícil concentrar-se em tanta informação. Por isso, usar de maneira pontual e estratégica as marcações é fundamental para ajudar a "iluminar" o que realmente importa em cada página. 

Por isso, venho apresentar um humilde manual que pode lhe ajudar nos estudos e a registrar e focar nos elementos fundamentais de cada conteúdo.

1) Primeiramente temos os conceitos. Os conceitos são a explicação de um assunto ou tema, é o que nos faz entender aquilo que é novo de maneira que faça sentido. É a raiz de qualquer assunto.

2) Em seguida, temos os exemplos. É a aplicação daquele conceito em uma situação concreta ou plausível. Seria o encaixe do conceito na realidade. A grande maioria das pessoas apenas compreende verdadeiramente um assunto com exemplos. 

3) As observações, presentes em praticamente qualquer livro de conteúdo, dizem respeito às percepções pessoais do autor ou a exceções teóricas que podem "salvar vidas" na hora da prova. Não costumam ser frequentes, mas quando surgem, é importante tomar um cuidado especial. Geralmente são escritas com algum tipo de destaque, como o "negrito" ou o "itálico".

4) Por fim temos os macetes ou dicas. Eles são uma forma mastigada do conteúdo, facilitadores, comprimem o conhecimento e o tornam menos complicado e mais ágil. Estes são, definitivamente, a cereja do bolo. Geralmente são apresentados bem destacados em quadros, retângulos ou com várias setas ou símbolos de "perigo". Encontre-os a todo custo!

Feita essa breve explicação, vamos ao método para marcar estes elementos. Cada cor, em regra, produz uma sensação específica, evoca um sentimento e modula nossas emoções. O vermelho, por exemplo, remete à paixão, fúria e intensidade. Já o azul, apresenta sobriedade, profissionalismo, convicção.

Esse simbolismo está bastante aplicado no dia a dia. E para a dica de hoje, utilizaremos a simbologia usada no trânsito, particularmente nos semáforos. Por esse motivo e com base na minha experiência de leitura e estudos, usaremos um método que desenvolvi e apelidei carinhosamente de "marcação semáforo". Imagine que cada cor simularia o significado das cores utilizadas em um semáforo. Da mesma forma que aprendemos o significado de cada cor no trânsito, assim também usaremos as mesmas ideias nas cores usadas para a marcação.

O ideal seria a utilização de um marca- texto convencional de ponta grossa e cor suave (dê preferência por cores do tipo "pastel", pois colorem bem e não mancham os livros) Caso não seja possível, sublinhar com lápis de cor produzirá efeito bem similar. Além disso, use adesivos marcadores de página com as mesmas ideias. Isso irá acelerar enormemente os estudos e elevar a qualidade do seu aprendizado.

Vamos à "legenda" das cores:

Cor verde: leia tranquilo e com calma, é uma cor que funciona bem com conceitos e explicações (1).

Cor amarela: atenção, usada para observações (3).

Cor laranja/vermelha: urgente, usar para os macetes e dicas (4)!

*Cor azul: uma cor tranquila, use para exemplos (2).

Usando esse pequeno sistema, verão que o conhecimento será mais organizado e fácil. Quando perceberem, já terão incorporado essa forma de marcação e aprenderão muito mais rápido, com muito mais qualidade e em menor tempo. Além disso, as cores chamam nossa atenção de forma lúdica, dão menos peso à leitura e mais alegria ao hábito de estudar.

Espero que aproveitem e usem à vontade este conhecimento.

Um forte abraço, até a próxima e bons estudos!

18 visualizações

©2020 por Diário do Observador.